Parcele em 6x sem juros ! Frete Grátis para todo Brasil em pedidos acima de R$500,00 ( exceto pigmentos )
Cadastre-se.
Logotipo Projeto Urucum

Mordentes Minerais

Mordente Alúmen de Potássio O Alúmen de potássio é um dos melhores mordentes, pois ajuda a melhorar a coloração , […]

Mordente Alúmen de Potássio

O Alúmen de potássio é um dos melhores mordentes, pois ajuda a melhorar a coloração , deixando as cores menos propensas a sumirem com a luz e com as lavagens e também não as modifica. Ele ilumina as cores e não é toxico quando usado na quantidade correta. Mas não deve ser ingerido, inalado ou entrar em contato com a pele . (Eu comprei meu pacote no Mercado Livre com um produtor: Finquimica Ind e Comercio de Produtos Químicos) . Você pode usar apenas o alúmen em seda, assim como algodão. Funciona bem, mas deverá usar um pré mordente em tecidos de algodão caso deseje cores mais vivas. Todo processo dependerá do tipo de tecido a ser mordido.

Você deve usar na medida de 10% a 20% do peso da fibra que ira morder. Trabalhe sempre em ambiente ventilado. Você irá precisar de :

  • Tecido a ser mordido já lavado e molhado. ( com ou sem tanino, dependerá do tipo de fibra e da técnica que ira usar)
  • Balança
  • Alúmen de potássio
  • Potes/Panelas grandes de inox
  • Colheres medidoras
  • Colher de pau de cabo longo
  • Sabão neutro

Como fazer : Depois de lavar a fibra, seca-la e pesa-la, deixe-a de molho em água por 8 a 12 horas .

Encha uma panela com água. Separadamente, coloque em outro recipiente o alúmen e água fervente para dissolve-lo. Mexa bem e despeje na panela . Mexa bem a adicione a fibra molhada. Leve ao fogo para ferver por 1 hora, mexendo de vez em quando para que a fibra se mova. Após o tempo, desligue o fogo e deixe tudo esfriar completamente e durante toda a noite. (Caso esteja trabalhando seda, a temperatura deve ser no máximo 90ºC).

No dia seguinte, retire a fibra , torça levemente , enxague com água fria e torça. Agora ela pode ser usada diretamente com o seu corante ou secada à sombra para uso posterior. Lembre-se de molha-la antes por pelo menos 1 hora antes do uso. Mas o ideal é usar já. Você pode também congelar a fibra molhada dentro de um saquinho. Quando for usar basta tirar do congelador.

Mordente a base de Alúmen de potássio e cremor tártaro:

Cremor Tártaro

O cremor tártaro é um composto sintético, seguro inclusive para ser usado na cozinha. Ele atua como um ” ajudante ” para que a absorção do alúmen pelo tecido seja melhorada, mas só deve ser usado em lãs. Nos tecidos vegetais não ajuda em nada.

Trabalhe sempre em ambiente ventilado. Voce irá precisar de :

  • Tecido a ser mordido já lavado , seco e pesado
  • Balança
  • Alúmen de potássio
  • Cremor tártaro
  • Potes/Panelas grandes de inox
  • Colheres medidoras
  • Colher de pau de cabo longo
  • Sabão neutro

Como fazer : Depois de lavar a fibra, seca-la e pesa-la, deixe-a de molho em água por 8 a 12 horas . Você vai precisar de 8% do peso da fibra de alúmen e 7 % do peso de cremor tártaro.

Encha uma panela com água. Separadamente, coloque em outro recipiente o cremor e adicione água fervente para que ele dissolva completamente. Leve a solução à panela e misture. Coloque agora o alúmen no recipiente e água fervente para dissolve-lo. Mexa bem e despeje na panela também. Mexa bem a adicione a fibra molhada. Leve ao fogo para ferver por 1 hora, mexendo de vez em quando para que a fibra se mova. Após o tempo, desligue o fogo e deixe tudo esfriar completamente e durante toda a noite.

No dia seguinte, retire a fibra , torça levemente , enxague com água fria , lave com sabão neutro e enxague de novo. Agora ela pode ser usada diretamente com o seu corante ou secada à sombra para uso posterior. Lembre-se de molha-la antes por pelo menos 1 hora antes do uso.

Mordente a base de acido tânico

Pure Mimosa Tanning Extract at Rs 12500/kg | Wattle Extract | ID ...

Um método simples para morder fibras vegetais é usar o acido tânico, extraído dos galhos de carvalho, das acácias , eucaliptos , romãs e videiras. Devido ao seu teor particularmente alto de taninos, são excelentes mordentes para fibras vegetais . Mas podem deixar o tecido levemente bege.

Você precisará de 1 colher de sopa de pó de casca de carvalho ou videira, para cada 100 g de fibras já lavadas, secas e pesadas. Ou 10 a 20% do peso da fibra.

Vista luvas . Voce precisará de :

  • a fibra que vai tingir , ja lavada, seca e pesada
  • balança e medidores
  • potes grandes inoxidáveis ( nunca use alumínio) ou de porcelana
  • Colher de pau
  • Sabão em po com pH neutro

Coloque as fibras em um grande recipiente com água limpa e deixe de molho por no mínimo 1 hora. De preferencia, por 8 a 12 horas.

Em um pote pequeno, coloque a quantidade exata do pó do mordente escolhido necessário para o peso da fibra e vá adicionando água quente aos poucos e mexendo com uma colher ate formar uma pasta . Adicione mais água para dissolver tudo.

Adicione água em uma grande panela onde sua fibra será colocada. Deve ser grande o suficiente para que ela possa se mover livremente durante o banho. Coloque o tanino já dissolvido, mexa bem e deixe ferver por uma hora. Desligue o fogo e deixe esfriar até ficar morna. Acrescente a fibra que estava de molho na água depois de retirar o excesso de água. Coloque-a na solução de mordente , mexa bem com a colher de pau e deixe de molho por 8 a 12 horas. Mexa de vez em quando o tecido para que ele possa absorver bem a solução. Após este tempo, retire a fibra , torça e lave em água morna ou fria, e depois lave-a com sabão neutro. Enxague bem e torça para retirar o excesso de água.

A fibra esta pronta para ser tingida, devendo ser usada ainda úmida. Caso deseje seca-la, deixe-a em local seco , sem luz solar direta.

Mordente a base de alúmen de potássio e Carbonato de sódio

Este é o método mais eficaz para se obter cores profundas e duradouras em fibras vegetais. O alúmen, junto com a barrilha leve , ajudam a liberação dos corantes , deixando a cor iluminada e duradoura. Você primeiro terá que pré morder com acido tânico, para então seguir com esta segunda fase. Lembre-se de usar mascaras, óculos de proteção e luvas, pois podem ser irritantes. Trabalhe em local ventilado.

Voce vai precisar de :

  • fibra já preparada com o tanino
  • alúmen de potássio
  • barrilha leve
  • frascos de aço inox ou porcelana
  • colher de pau de cabo longo
  • sabão neutro

Seu tecido ou fibra deve estar já lavada e seca. Pese -as e anote o peso. Você irá precisar de 20% do peso da fibra em alúmen de potássio e 6% de barrilha leve.

Encha a panela grande de agua. A fibra precisará se mover livremente dentro dela.

Em um frasco menor, coloque as quantidades de alúmen e barrilha necessárias e adicione água fervente para dissolver. Adicione esta solução à panela grande de água. Leve a água para ferver mexendo de vez em quando.

Adicione a fibra que deve estar úmida , pois você acabou de retirar do tanino . Deixe a panela ferver com o tecido dentro, e assim que atingir a fervura, desligue o fogo. Deixe de molho por mais 8 horas, mexendo de vez em quando .

Retire a fibra da panela, torça para retirar a água e enxague-a. Agora estará pronta para uso na tinta, ainda úmida ou você poderá seca-la à sombra, para uso posterior . ( Mas terá que molha-la depois , por 8 a 12 horas novamente ) .

Dica Secreta:

Se você chegou ate aqui, com certeza está adorando o conteúdo desta página e tem interesse. Então vou compartilhar com você uma dica secreta , de uma receita de mordente para celulose que uso e que considero a de melhor resultado. Está no fim da pagina Receitinhas para quem ama colorir .

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários
Marcos Pereira
Marcos Pereira
10 meses atrás

Olá a todos !! Não achei a receita secreta de celulose !! Vcs retiraram ?

Ariadne Carone
Ariadne Carone
Admin
Responder a  Marcos Pereira
10 meses atrás

Oi Marcos . Se você está falando do link no fim do artigo , fui dar uma olhada e parece que sumiu mesmo . Acho que foi deve ter se apagado quando fizemos a mudança no site . Me desculpe !

magnifiercross